Publicidade

Bahia 8 de fevereiro de 2018

Carnaval terá serviço de enfrentamento ao racismo

O Governo do Estado, através da Secretaria de Promoção da Igualdade Racial (Sepromi), atuará com serviço de enfrentamento ao racismo no Carnaval de Salvador. Os trabalhos serão abertos nesta quinta-feira (8), às 10h, com a equipe do Centro de Referência de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa Nelson Mandela, na sede do Procon (Rua Carlos Gomes, 746, centro). No local, haverá recepção de denúncias, orientação jurídica aos foliões, tudo integrado a diversos órgãos e secretarias estaduais.

As ações também incluem campanha de sensibilização nos circuitos da folia e o trabalho de técnicos especializados, que farão abordagem qualificada para o monitoramento das situações de violação de direito nesta área. Outro canal de denúncia é a Ouvidoria Geral do Estado (OGE), através do telefone 0800 284 0011, contando com equipe qualificada, em contato permanente com a coordenação do serviço.

O atendimento no posto fixo acontece todos os dias, das 14 às 22 horas. Com os trabalhos, coordenados pela Sepromi, o governo pretende sistematizar dados sobre a ocorrência dos crimes de discriminação racial e acompanhar a resolutividade dos casos.

Unidade Móvel nos bairros e circuitos – Os carnavais de bairro e principais circuitos da festa também contarão com a Unidade Móvel do Centro de Referência Nelson Mandela, pela primeira vez disponibilizada na festa. No equipamento serão oferecidas informações, atendimento preventivo e acolhimento de denúncias de violação de direitos nas esferas racial e religiosa. O serviço itinerante funcionará de sexta (9) a terça (13), também das 14 às 22 horas, em diferentes circuitos. Inaugurada pelo Governo do Estado no último mês de dezembro, a unidade integra as ações da Rede de Combate ao Racismo e à Intolerância Religiosa.

Serviço:

O quê: Lançamento do serviço de enfrentamento ao racismo no Carnaval 2018.
Quando: Quinta-feira (8), às 10hs.
Onde: Posto Fixo (Sede do Procon – Rua Carlos Gomes, 746, centro de Salvador).

Fonte: Ascom/ Sepromi

8/2/18

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on RedditShare on LinkedInEmail this to someoneShare on Tumblr